Faça seu próprio desodorante caseiro

Continuando a série de “como se cuidar de forma natural e gastando quase nada” (veja outra dica aqui), segue abaixo uma receita muito boa de desodorante caseiro que eu achei por aí um dia navegando pela internet depois de muito pesquisar sobre o assunto.

Como eu já falei, tenho mil motivos para não querer usar produtos industrializados, ainda mais em se tratando de algo que bloqueia o meu suor e contem metais pesados. Enfim, fiquei feliz de ter encontrado uma receita caseira que funciona que é uma maravilha. Ou seja, preciso compartilhar!


E porque eu deveria parar de usar desodorante antitranspirante? 

Precisa de motivos? Vamos lá:

Antitranspirante Você já parou pra pensar na loucura que é impedir seu corpo de transpirar? A transpiração é um processo de limpeza e resfriamento do corpo. Se precisamos transpirar e não transpiramos, além de estarmos desregulando nossos processos de ajuste de temperatura corpotal, estamos mandando a sujeira e as toxinas que precisam sair de volta pra o nosso sistema. Preciso falar mais?

Alumínio O alumínio é um componente básico da maioria dos desodorantes com função antitranspirante. Quando o elemento entra em contato com o corpo através do ar ou da comida, não apresenta muitos riscos à saúde, pois os órgãos conseguem eliminar a maior parte dele, mas aplicado sobre a pele pode ser altamente tóxico a longo prazo. Você sabia que a exposição prolongada ao alumínio aumenta em muito a probabilidade de desenvolver Alzheimer?

Pois é, sem mais. Por essas e outras, parei de usar.
Se você pesquisar verá que existem várias receitas de alternativas caseiras, boas e baratas. Eu escolhi essa pela praticidade e rendimento.


Você vai precisa de:
Bicarbonato de sódio – é o agente que vai neutralizar os odores, mas não vai impedir o suor.
– Maisena – serve para dar consistência à mistura.
– Óleo vegetal – fornece a superfície para os dois ingredientes anteriores se misturarem. Eu usei de gergelim, mas pode ser de oliva, coco, amêndoas…
– Óleo essencial de sua preferência – opcional, para dar cheirinho ou acrescentar propriedades.
– Um potinho – para guardar.


Como fazer o desodorante caseiro:
1.
Em uma tigela ou já no próprio potinho, misture o bicarbonato com a maisena em partes iguais. A quantidade depende do quanto você quer fazer e do tamanho do potinho.

2. Vá acrescentando o óleo escolhido – em quantidade suficiente apenas para deixar a mistura consistente – e misturando. Cuidado para não exagerar, portanto vá colocando aos poucos. Se você colocar muito óleo seu desodorante vai ficar mais líquido, o que não é ruim, é só uma questão de preferência.

3. Pingue uma ou duas gotas do óleo essencial escolhido e misture, caso queira adicionar algum cheiro ou propriedade ao seu desodorante. Eu usei óleo de Tea Tree, por causa das suas propriedades anti fúngicas, anti bacterianas, cicatrizantes etc.

4. E fim! O resultado é uma pasta com textura levemente arenosa, por causa do bicarbonato, e ligeiramente oleosa.

E já pode usar desde aí. Em 24h aproximadamente a mistura vai estar mais consistente. Pode guardar no banheiro ou na geladeira. Eu deixo no banheiro.

A vantagem dessa receita é que como ela tem base em óleo, não sai fácil com água nem suor. E vá por mim, eu já estou usando há uma semana e o negócio é bom mesmo. Em alguns dias eu suei bastante e nada do famigerado “cecê”.

Existem mil outras receitas por aí, quase todas envolvendo bicarbonato de sódio. Algumas mais simples, outras mais complexas. Essa foi a que eu escolhi pra mim. Se não servir pra você, com certeza vai ter outra que dê conta. :)

————-

ATUALIZADO
Adicione à mistura pronta um pouco de água e misture mais um pouco. Isso vai facilitar o manuseio, tornando-a muito melhor para aplicar!

————-

ATUALIZADO 2
Você sabia que o limão é um excelente desodorante natural? Isso mesmo, limão puro! Basta passar um pouco do sumo nas axilas e pronto: estará livre de “cecê” pelo dia todo, mesmo que sue bastante! Por ser ácido, ele ajuda a inibir a ação de fungos e bactérias que causam mau cheiro.
Com certeza esse é o método mais natural e barato de todos. :) Mas cuidado: não tome sol na área logo depois de passar o limão, ou pode sofrer queimaduras e manchas.

soteropolitana, estudante de vedanta, formada em design gráfico, criadora, autora e ilustradora do respire e seus yoginhos. acredita que ser feliz é coisa simples e que yoga é para todos.

Comentários pelo facebook

Comentários

27 comentários sobre “Faça seu próprio desodorante caseiro

  1. Massa! Já tinha medo do desodorante por conhecer os malefícios, mas continuei usando por não conhecer e não ter pesquisado alternativas…

    Os ingredientes são realmente básicos, o que facilita muito tentar!

    Seria legal ter uma referência de medidas que usou e quanto tempo dura a quantidade que experimentou fazer! :)

    Vou atrás de bicarbonato de sódio o/

    • Em relação às quantidades: você pode usar uma colher de sopa de bicarbonato e uma de maisena. O importante é que estejam em partes iguais. Creio que pra essa quantidade, uma colher de sopa de óleo deve dar. Talvez essa quantidade dure umas 2 ou 3 semanas. Eu fiz uma quantidade enorme, que provavelmente vai durar muito tempo, por isso que não sei essa noção! 😛

  2. Fiz essa mudança há alguns anos, parei de usar desodorantes e comecei a fabricar o meu. Uso uma mistura básica de álcool de cereais (50%), água filtrada (50%) e bicarbonato de sódio (col. de café), uso óleos essenciais (são melhores que essências artificiais) ou uso óleos ou plantas para aromatizar.

    Nas primeiras semanas a transição é um pouco difícil, demora para sair todo o resquício de desodorante usado e isso tem um desequilíbrio do seu p.h. da pele, até isso se equilibrar é necessário levar essa mistura para reaplicar durante o dia.

    Coloque em um vidro com spray e fica ótimo.

  3. A indústria do consumo não está nem ai para nossa saúde. Tudo que eles almejam mesmo é somente aumentar seus lucros. Se os produtos que passam por processos de fiscalização e controle oferecem um grande risco a nossa saúde, imagine aqueles que chegam até nós por meios ilícitos como os contrabandeados. Só partindo para as receitas naturais como essa, teremos a certeza de estar consumindo um produto de qualidade e livre de componentes químicos.
    O legal também é podemos ter um desodorante personalizado. Gostei da receita. Vou testá-la
    Um grande Abraço

  4. Adorei! ja tenho receita de desodorante, batom de crayon e kohl kajal…
    mas preciso de receitas do resto da maquiagem e cosmeticos “veganos/home-maid”…
    alguem tem mais alguma?
    (ex.:esmalte, blush, CORRETIVO, po, hidratante, RIMEL, e o que mais puderem me ajuda, agradeço muito!

  5. Oi, Dana!
    O óleo vegetal é o de cozinha mesmo? Ou algum especial?
    No caso óleo de oliva seria então azeite de oliva e poderia ser usado?
    Rs, dúvidas bobas, mas é porque fiquei em dúvida mesmo!

    • oi Lu! sim, você pode usar azeite de oliva. pode usar qualquer óleo vegetal extra virgem. só fuja do óleo mineral, porque ele obstrui os poros. :)

  6. Olha, eu já uso essa receita há anos, e foi a solução de todos os meus problemas. Há anos que não tenho cheiro nenhum nas axilas, e nem penso mais em suor, porque sei que ele não me causará problemas. A única coisa que eu acrescentaria é que, pelo menos em mim, o óleo de côco causava um pouco de irritação, e eu pensava que era o bicarbonato. Então recentemente eu tive a ideia de trocar para óleo de girassol, e tchan! Ficou melhor do que nunca, adeus irritação, e óleo de girassol é super barato em qualquer supermercado. Essa receita é uma maravilha, mas infelizmente ainda tem aqueles ignorantes que preferem acreditar nas propagandas. Sobre as medidas dos ingredientes, não existe uma medida certa, cada um vai experimentando e fica com o que funcionar melhor. Boa sorte a todos!

  7. Adorei o post!! Vou fazer amanhã e espero que dê certo comigo. Morro de medo desses desodorantes industrializados, principalmente o que uso, rexona clinical.. Uso por causa dos probleminhas com as queridas glândulas causadoras dos cheirinhos haha. Espero que dê certo pra mim <33

  8. adorei a dica,nao sou muito adepta a produtos industrializados,vou experimentar com certeza,mas gostaria de uma receita liquida,pois meu esposo nao gosta de desodorante em creme,o que por sinal ele nao usa,ele detona kkkk,gasto horrores com esses produtos,obrigado

  9. Se alguém quiser:
    Receita de desodorante corporal:
    200 ml de álcool de cereais
    100 gramas de cravos inteiros
    100 gramas de flores e ramos secos de calêndula
    Aprox. 20 ml essência de cânfora
    (encontrada em lojas de produtos químicos e farmacêuticos)
    Deixar os cravos e a calêndula macerando no álcool por
    pelo menos 72 horas, e depois filtrar e acrescentar a essência.
    Pode ser armazenado em geladeira e dura pelo menos dois meses.
    Abraços
    Ellen

  10. Ola daniela , estou em busca de um desodorante sem quimicos , como vc passa ele ? com dedo mesmo??? pq nao gosto de desodorante com efeito molhado , como fica esse ??? obrigada pela receita .. bjs

  11. Olá Daniela, tudo bem? Você ainda usa esse desodorante? Estou fazendo ele, com óleo de coco, por ser mais consistente mas tá manchando as roupas :( será que to passando demais?

  12. Olá, Daniela! Tudo bem? Qual é a medida de leite de magnésia que você usa? Eu misturei com um pouco de água e coloquei óleo essencial mas estou transpirando bastante com um cheirinho ruim. Rsrs Uso há quase uma semana. Seria um tempo de adaptação?

    • oi Jéssica! pra essa receita eu não uso leite de magnésia, é só mesmo o azeite ou óleo vegetal e bicarbonato. atualmente estou usando o leite de magnésia puro e está funcionando bem. mas pra nenhuma das receitas eu precisei de tempo de adaptação, ambas funcionaram na hora. acho que talvez seja o caso de continuar experimentar passar mais produto ou adaptar as receitas até que elas se adaptem a você :) boa sorte!

Deixe uma resposta para daniela navaes Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>