resumo hotel vila rossa

Sofisticação, conforto e um fim de semana inesquecível no Hotel Villa Rossa em São Roque/SP

Sabe aquela sensação gostosa de quando se ganha um presente fora de época? Foi isso o que eu senti ao me hospedar no Hotel Villa Rossa em São Roque/SP no fim de semana de 19 a 21 de agosto. Recebi o convite em Maio, mas na ocasião não pude ir, então acabou rolando só agora em agosto, e foi tudo de bom. Vou contar como foi!

A área na qual está inserido o hotel é enorme (350.000m²), com muito verde de Mata Atlântica, longas alamedas pra caminhar, um lago lindo onde dá pra fazer pedalinho, tirolesa, caiaque ou simplesmente ficar sem fazer nada, relaxando e curtindo a natureza.

passeio por uma das alamedas que leva até o lago

o lago

o lago

Confissão #1: Acabei não tirando muitas fotos, pois é isso o que acontece quando estou muito concentrada vivendo o momento. 😉

turbilhões

turbilhões de água quente <3

Confissão #2: Como estava levemente friozinho, fiquei curtindo mais as atrações internas, como o SPA. Na foto acima, os turbilhões de água quente <3 Lá no SPA tem também disponíveis os serviços massagem, saunas (eu particularmente virei fã da sauna seca) e até salão de beleza. Conforto total!

ESQUERDA: piscina externa climatizada DIREITA: piscina coberta e aquecida

Como eu estava dizendo, não estava exatamente frio, mas eu, que moro em Salvador, estou acostumada a um pouco mais de calor. Nessas horas quando estou em um hotel, sempre tem aquele pensamento de que friozinho e piscina não combinam. Para a minha grata surpresa, lá no Hotel Villa Rossa isso não é um problema, pois duas das piscinas externas são climatizadas! E além disso, tem também uma piscina que além de aquecida, é coberta! Não posso deixar de dizer o quanto é bom passar horas de relaxamento em uma piscina coberta e aquecida independente da hora do dia e do tempo lá fora.

Alimentação

Eis aqui um ponto importante e que vale muito destaque!

Pesquisando sobre o Villa Rossa antes de ir eu vi que um dos destaques de lá é a gastronomia. Sob o comando do chef Luiz Jacob e da nutricionista Renata Bendel (com quem tive a oportunidade de conversar pessoalmente), a cozinha busca aliar gastronomia internacional a elementos regionais do interior do Sudeste do Brasil (principalmente Minas), proporcionando aos hóspedes uma alimentação que tem personalidade e ao mesmo tempo atende a todos os públicos.

Mas aí eu pensei: xi, mas será que vai ter opções vegetarianas? Aí é que está o ponto: as refeições são servidas em forma de buffet em todas as refeições, entretanto existe uma preocupação muito genuína em atender a todo o tipo de demandas alimentares de cada hóspede. Se no ato da reserva o você relatar qualquer tipo de restrição alimentar, haverá todo um cuidado para que em todas as refeições você saia satisfeito. No meu caso, em todas as refeições havia pratos veganos que foram preparados especialmente para mim. É ou não é um luxo?

Realmente, a alimentação é um dos pontos altos do resort! Achei tudo muito sofisticado e ao mesmo tempo simples, o que normalmente é algo muito difícil de se conseguir. Sabiamente já disse Leonardo da Vinci: “a simplicidade é o mais alto nível de sofisticação”. 

Dá só uma olhada no que eu comi por lá. Destaque para a feijoada do sábado, que estava simplesmente sensacional.

refeições veganas preparadas especialmente para mim

refeições veganas preparadas especialmente para mim

E tinha também outras atividades mas que eu acabei não aproveitando, porque realmente lá tem muitas atividades. Uma coisa legal é que tanto quem vai sozinho quanto acompanhado ou com família vai curtir, ou seja, pode levar as crianças tranquilamente que tem programação pra todo mundo!

Outro ponto que merece destaque é o profissionalismo dos funcionários, que estavam sempre muito solícitos e atentos às minhas necessidades. É incrível como você lá realmente sente que não precisa se preocupar com nada.

Muitas vezes quando a gente trabalha cuidando do bem estar das outras pessoas, esquecemos de cuidar do nosso próprio. E cuidar da gente pode ser simples, como passar um tempo sem fazer nada, em contato com a natureza, e até também se permitir alguns luxos, porque não?

Me senti muito bem cuidada, e até um pouco mimada, mas de vez em quando é bom, né? Confesso que estava precisando!

Se você está buscando um lugar tranquilo pra relaxar, ficar consigo mesmo, com conforto e sofisticação, recomendo programar suas próximas férias pra lá.

Confissão #3: Ah, como é difícil é voltar para a rotina depois de tanta mordomia. 😀

Gostaria de aproveitar para mais uma vez agradecer à MAPA pelo convite e ao Hotel Villa Rossa pela maravilhosa estadia <3

Namaste!

Hotel Villa Rossa
Rua Cora Coralina, 350 – 18130-971 São Roque

http://villarossa.com.br/

Facebook @hotelvillarossa
Instagram @hotelvillarossa

soteropolitana, estudante de vedanta, formada em design gráfico, criadora, autora e ilustradora do respire e seus yoginhos. acredita que ser feliz é coisa simples e que yoga é para todos.

Comentários pelo facebook

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>