meditar

Meditar: porque é tão difícil?

Se eu ganhasse um real para cada pessoa que me dissesse que não consegue meditar, hoje eu teria um rio de moedas. Porque isso acontece? Se meditar é tão bom, porque parece ser tão difícil?

A resposta é muito simples: meditação é tão difícil quanto qualquer outra coisa que necessite esforço. Se você não tem prática com alguma coisa, aliás, quando nem sequer tem noção exata do que é tal coisa, como espera consegui-la facilmente? Porque imaginou que iria simplesmente sentar-se e magicamente conseguir meditar sem nenhuma dificuldade?

Saiba mais um pouco sobre porque meditar parece ser algo tão difícil, o que é realmente e o que fazer para mudar essa visão.

meditar não é algo que você pode ativamente fazer

Você normalmente não pode simplesmente sentar e meditar, a não ser que tenha muita prática. Nos sistema ashtanga yoga, ou yoga de 8 passos de Patanjali, baseado nos Yoga Sutras (não confundir com a prática ashtanga vinyasa yoga), a concentração (dharana) vem antes da meditação (dhyana). E isso não é à toa, porque a meditação é uma consequência da concentração. Através da prática da concentração, é possível induzir a mente a entrar num estado de meditação. Mas isso é algo que acontece naturalmente, quando a mente está tão imersa na concentração que nada mais pode atrapalhar esse estado. Portanto, meditação é isso: o fluir ininterrupto da mente em direção ao objeto de concentração. Mesmo que você só sinta isso acontecendo por um segundo, a meditação foi bem sucedida, mas saiba que não é algo que depende simplesmente da sua vontade, e sim do correto direcionamento do esforço de concentração combinado com um estado de relaxamento mental.


é preciso método e tempo disponível

É possível se tornar um médico sem ter passado por uma faculdade de medicina? É claro que não. Da mesma forma, como espera se tornar um exímio praticante sem instruções claras sobre a prática? É preciso ter a atitude mental correta, preparar o corpo, tranquilizar o sistema nervoso, acalmar a atividade dos sentidos, direcionar a mente… caso contrário, você vai desistir nos primeiros 5 minutos. Portanto, escolha um método, encontre um professor, experimente, e caso se sinta bem, siga-o à risca. Só assim você vai garantir que estará fazendo um esforço correto em uma direção. Algumas poucas pessoas conseguem intuitivamente ter acesso ao conhecimento, mas a maioria precisa de método. Por via das dúvidas, não se considere uma exceção. Humildade é a base do yoga.

Outra coisa importante é tempo disponível. Não adianta meditar em contagem regressiva. Empreender esforço é também dedicar tempo. Portanto, tenha certeza de estar dedicando tempo suficiente para não permitir que a preocupação seja a principal atividade da mente. Se for necessário, use um temporizador. É uma medida simples que vai fazer toda a diferença se você tiver pouco tempo.

 

suas expectativas estão te atrapalhando

Você espera alcançar algo com a prática de meditação? Saiba que isso pode estar te atrapalhando. Uma vida mais tranquila, um sentimento de paz profunda, bem aventurança, dormir melhor… todas essas coisas são consequências da prática. Mas se você pratica buscando alcançar um desses objetivos, eles vão ficar no seu caminho e você não vai conseguir relaxar e simplesmente se entregar à prática, pois ao não ver seus objetivos sendo cumpridos no tempo que julga adequados, vai se frustrar. Esforço é fundamental, mas sem entrega e relaxamento não existe meditação. Portanto, satisfação em estar simplesmente seguindo um caminho sem expectativa dos resultados é a mais importante atitude mental.

 

Agora eu lhe respondo à pergunta: porque é tão difícil meditar? Bom, na verdade meditar só é difícil se você está tentando usá-la para alcançar algo. Seguir um caminho é simples. É justamente a busca incessante que pode estar te impedindo de enxergar os pequenos tesouros da prática e da vida.

Para ajudar as pessoas a se conhecerem um pouco melhor e a cultivarem uma prática de meditação eu criei um curso livre de meditação Raja Yoga, que tem como objetivo dar fundamentos teóricos e práticos sobre a prática. Cada dia um assunto e um roteiro para praticar em casa. É possível também participar dos módulos separadamente. Por enquanto o curso é apenas presencial (Salvador-BA), mas futuramente pretendo disponibilizá-lo online também.

Dá uma olhada na programação e me manda um email se tiver se interessado. :)

Namastê,

soteropolitana, estudante de vedanta, formada em design gráfico, criadora, autora e ilustradora do respire e seus yoginhos. acredita que ser feliz é coisa simples e que yoga é para todos.

Comentários pelo facebook

Comentários

2 comentários sobre “Meditar: porque é tão difícil?

  1. Olá Daniela. Li tudo o que escreveu, e gostei muito. Obrigada. Pratico meditação à um mês e meio, e tenho noção de que pode ir até longo prazo,para que se sintam efeitos mas, o que eu lhe agradecia mesmo muito que me responde-se, era se existem sintomas neste prazo que se sintam? Ó é mesmo normal assim? precisa do seu tempo? Muito obrigada mais uma vez. por agora é tudo, cumprimentos. Vitor Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>